Impermeabilizantes

Impermeabilizantes

O impermeabilizante é um produto que tem a função de formar uma camada protetora em algum material, área ou objeto que impeça a passagem de água, fungos e bactérias mantendo as áreas de aplicação sempre secas.

Estes produtos são muito utilizados em: lajes, piscinas, reservatórios, beirais, subsolos com umidade, grandes áreas externas, fachadas, áreas frias, sacadas, etc.

Continue lendo este texto e aprenda mais sobre os diferentes tipos de impermeabilizantes, as necessidades diversas e os elementos necessários para uma aplicação de sucesso com segurança. Vem!

Obs: Fungos podem ser perigosos. Em geral, os pelos na mucosa do nariz servem como barreira, mas ao inalar o mofo caso alguma partícula de fungo consiga chegar até o pulmão e região da garganta, doenças respiratórias podem aparecer, como a pneumonia fúngica e a sinusite fúngica.

No processo de construção, onde entra o impermeabilizante?

Este produto tem como principal função evitar dores de cabeça futuras com infiltrações e danos que, podem ser irreparáveis em estruturas submetidas a umidade ou a proliferação de fungos e bactérias. Adicionar este processo nas etapas de construção, irá garantir uma obra de qualidade, conservada e valorizada com uma durabilidade maior.

Fica a dica: quanto mais cedo impermeabilizar, menor o custo com manutenção será no futuro.

Os 2 tipos de impermeabilização mais famosos

Você sabia que no mercado temos dois tipos principais de impermeabilização? São elas a rígida e a flexível. Para saber qual é melhor, você deve saber interpretar a estrutura do seu projeto. Por essa razão uma das principais etapas para um processo de sucesso, é elencar os requisitos de cada espaço antes de qualquer outra coisa.

Rígida

Para estruturas que não sofrem grandes movimentações e estresse mecânico causado por vibrações intensas ou impactos constantes, a rígida é ideal. Normalmente ela é feita com a aplicação de aditivos químicos nas argamassas intensificando a impermeabilização. Essa atenção a mais, é importante para evitar falhas nas superfícies que estão sujeitas a fissuras e trincas. Os impermeabilizantes rígidos são muito utilizados em baldrames e rodapés de parede.

Flexível

O tipo flexível funciona para estruturas que sofrem grandes movimentações, sujeitas a dilatações e vibrações. Nelas, são utilizados impermeabilizantes que apresentam propriedades mais elásticas. Sendo assim, elas podem se conformar à estrutura segundo a sua movimentação, cobrindo fissuras e trincas. Essa é uma das opções mais utilizadas em projetos com área externa, especialmente as que tem mais exposição ao sol. Um uso muito comum deste material é em piscinas, lajes e varandas. Já em áreas comerciais, é muito utilizado em reservatórios suspensos e tanques.

O produto mais utilizado para este tipo de estrutura são as mantas.

Bônus: para aumentar a eficiência da sua impermeabilização, podem ser aplicadas várias camadas sobrepostas de diferentes materiais.

Para que servem os aditivos?

Os aditivos impermeabilizantes são elementos químicos que ao serem misturados com argamassas e concretos para impermeabilização dos poros, evitam que a umidade se prolifere. Fácil de entender né!

Os principais tipos de impermeabilização

  1. MEMBRANA DE POLIURETANO

É aplicado em locais frios como lajes. Ela tem alta resistência mecânica, térmica e química.

  1. MEMBRANA ACRÍLICA

Este produto é aplicado em lugares frios. Na forma de emulsão, podem ser acrescentadas às argamassas como aditivo. A membrana acrílica é muito utilizada em calhas de concreto, abóbadas, marquises e pinturas de paredes sujeitas à ação da chuva.

  1. EMULSÃO ASFÁLTICA

 

Este sistema é aplicado a frio como uma pintura. Quanto mais camadas, melhor será a eficiência da impermeabilização. Além disso este produto eleva a aderência e o poder de cobertura. Se tornando um processo curinga para qualquer desafio na obra!

Ela pode ser aplicada em muros de arrimo, fundações, baldrames e estruturas em contato direto com o solo.

  1. MANTA ASFÁLTICA

 

A manta asfáltica é um material pré-fabricado. Sua aplicação deve ser feita sob calor para garantir aderência total na superfície. Este produto é prático e rápido de aplicar. Um de seus maiores diferenciais é a sua elasticidade, se tornando uma das melhores opções para impermeabilizações flexíveis.

  1. ARGAMASSA POLIMÉRICA

A argamassa polimérica é feita de cimento, incorporada com minerais e aditivos poliméricos acrílicos. Este é um sistema bicomponente que deve ser misturado conforme a indicação do fabricante. Quando seco, é um excelente impermeabilizante flexível ou rígido. Por ser versátil, este tipo de impermeabilização é indicado para impermeabilizações hidrostáticas de pressão tanto positivas quanto negativas.

A sua aplicação é feita a frio com o uso de rolos e telas de poliéster. Quem estiver cuidando do processo deve prestar atenção com os prazos de cura na hora de executar as demãos. Por apresentar baixa resistência mecânica superficial, é recomendado que use um revestimento de proteção para casos de tráfego.

Como funciona o processo de impermeabilização?

Vamos lembrar juntos que o modo de execução pode se alterar de produto para produto, mas o procedimento no básico é a mesma coisa. Vamos passo por passo!

No começo de qualquer trabalho, precisamos limpar muito bem a superfície que irá receber o produto, retirando qualquer impureza e sujeira. Ok?

Logo após limpar a superfície e seguir as instruções do fabricante para o preparo do seu produto, ele pode ser aplicado. Lembre-se sempre de respeitar e ter paciência com o tempo de cura e secagem determinados para as próximas demãos.

Depois da secagem completa da área escolhida, é recomendado que se faça um teste de estanqueidade, mantendo uma lâmina de água na superfície por no mínimo 72 horas e observar se existe qualquer forma de vazamento.

Dica para cliente: é de extrema importância que este processo seja feito com uma equipe profissional para garantir que o trabalho, seja feito da melhor maneira com segurança e eficácia.

Quais equipamentos são necessários para aplicação?

Para que o seu estoque esteja perfeito com todos os elementos necessários para uma aplicação perfeita de impermeabilizantes, vou listar agora quais são os materiais que devem ser usados, vem comigo:

  • Masseira
  • Colher de pedreiro
  • Broxa
  • Desempenadeira

Agora você já sabe mais alguns produtos que não podem faltar no seu estoque!

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

Para que todo o processo seja feito com segurança e possamos evitar acidentes no meio do caminho, não podemos esquecer dos equipamentos de EPI. Vou fazer uma lista com os produtos básicos que vão fazer total diferença na hora da aplicação, segue abaixo:

  • Luva

  • Óculos

  • Botina

Além de oferecer impermeabilizantes, ter no seu estoque a proteção necessária para uma aplicação correta e segura, fará muita diferença na hora da venda. Isso também mostrará o seu conhecimento e preocupação, gerando no cliente confiança em comprar com você!

Espero que possamos ter ajudado você a entender um pouco mais sobre os impermeabilizantes e seus processos, qualquer dúvida deixe nos comentários.

Baixe o nosso catálogo, encontre os produtos que precisa e faça uma cotação com a gente. Estamos te esperando!